quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Asas que enfeitam a natureza

Não é a toa que as borboletas conquistam tantos fãs. Coloridas e graciosas, elas enfeitam os jardins da natureza. São muitas espécies presentes nos mais diferentes cantos do planeta e aqui no Brasil temos o privilégio de ter uma rica biodiversidade dessa bela representante da família dos insetos.

De aparência frágil, as borboletas tem um ciclo de vida curto e intenso. A fêmea deposita os Ovos nas plantas, o primeiro estágio. Em seguida é a fase Lagarta, uma espécie de ninho que a prepara para a sequência chamada de Crisálida na qual ela se prepara para a Metamorfose que é a etapa final quando a borboleta eclode, suas asas secam e ela inicia os vôos para reiniciar o ciclo com o acasalamento.

As borboletas, assim como tantas outras espécies, necessitam de ambientes adequados para sua sobrevivência. Infelizmente, a destruição do meio ambiente e a utilização em grande escala de produtos ofensivos como os pesticidas e fertilizantes pela agricultura intensiva, são fatores que estão contribuindo para o desaparecimento de muitas espécies de borboletas.

Por outro lado, a presença das borboletas em determinadas regiões indicam que o ambiente está preservado por apresentar condições favoráveis para sua vida que está integrada com a de outros habitantes da fauna e flora. Nas florestas tropicais, a grande presença de plantas, alimentos e o clima quente e úmido, é um cenário favorável para encontrarmos muitas espécies dessas “flores que voam”, uma metáfora que dá nome ao Borboletário de Campos de Jordão.
Observe as borboletas nos parques, no seu jardim, no canteiro de flores ou na praça próximo de sua casa. Elas se aproximam, pousam, voam e iluminam o dia com sua beleza. Seus estágios nos ensinam que tudo no universo tem seu tempo e que o equilíbrio é fundamental para que a vida se perpetue por muitas estações e gerações.

Obs. texto que escrevi para a Folha do Parque, edição julho/08

Nenhum comentário:

Qual caminho você escolhe?

Treine a mudança de seu pensamento. Não desanime. Seja persistente. “Falar é fácil, difícil é fazer” “Ninguém me ajuda. Tudo dá errado” ...