Páginas

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Presença rotina

A rotina é foco de reclamação de muitos. Mas, será mesmo que a rotina é tão algoz assim? Ou será que somos nós que descuidamos da nossa rotina a ponto dela nos sufocar? Claro que é mais fácil reclamar. Eu também faço parte desse coro que já reclamou muito da rotina. No entanto, tenho me esforçado para praticar mais a gratidão ao invés da reclamação. A rotina de agradecer é bem mais positiva. E quer saber? Aprendo todos os dias que o caminho fácil é uma escolha de muitos e que ter a coragem para escolher o caminho difícil é que fará a diferença em nossa jornada que é formada por tantos capítulos da rotina.

Muitos reclamam da rotina colocando o ônus no outro pelo fardo do cotidiano. Penso que é preciso olhar por outro ângulo e enxergar que é nossa a responsabilidade pela rotina. Sei que há muitos fatores negativos no cotidiano de grandes centros urbanos como o trânsito que irrita tantos. Mas, se evidenciarmos na rotina apenas esses pontos críticos, deixamos de perceber detalhes que podem fazer toda diferença no saldo de nosso dia.

Esses últimos dias tenho reclamado muito por conta do enjoo da gravidez. De fato não é nada agradável essa fase inicial da gestação. Mas reclamar não resolve. Hoje acordei pensando assim e decidi que o melhor a fazer é enfrentar esses primeiros meses aprendendo as lições dessa situação que é passageira. Logo minha rotina estará livre dos enjoos e outros desafios virão.

Que tal olhar com mais carinho para os momentos de sua rotina e extrair o melhor de cada acontecimento? Filtrar é positivo. O tempo de cada dia muitas vezes parece curto. Manhã, tarde e noite vão acontecendo e o ritmo é diferente para cada um. Costurar o tecido da rotina pode ser uma atividade que contemple momentos de prazer, relaxamento e alegria e nos façam observar quanta beleza há no ciclo da vida. Hoje mesmo é um dia consagrado por muitos como estressante por ser a segunda-feira. Será mesmo que ela precisa ser encarada dessa forma?

Nosso pensamento e ação definem os resultados de cada dia. A rotina é uma presença em nossa vida. Que eu possa cada dia acordar e dormir com a sensação leve de que estou fazendo o melhor em minha rotina. Vamos compartilhar bons momentos da rotina? Nem todo dia o céu é azul. Mas, até mesmo nos dias mais nublados há muito que viver!

sábado, 3 de setembro de 2011

Agosto turbinado

Agosto foi um mês turbo por muitos aspectos. Alguns excelentes, outros nem tanto. Mas, o cotidiano é assim cheio desafios e enfrentar as dificuldades faz parte da jornada de todas as pessoas. Nossa postura diante de cada situação determina os resultados. Fácil ou difícil, frio ou calor, calma ou agitação, alegria ou tristeza, proximidade ou distância. Somos cercados da dualidade e conviver com essa experiência dual nos faz procurar a beleza da unidade que está inserida nessa natureza dual da vida. Há uma conexão sagrada que nos alinha e nos convida a aprender com cada estação do caminho. Somos mesmo uma estrada pontuada por muitos cenários.

Neste sábado invernal de setembro estou aqui registrando detalhes do mês encerrado. É uma forma de registrar e agradecer por tudo que vivenciei e também é um momento de reflexão. Ao olhar para o passado recente vislumbro que cada passo realizado é um impulso para o passo seguinte. Cada mês do ano é uma etapa que completa o calendário anual. E cada mês tem seu diferencial. Agosto, por exemplo, é marcante para muitos pela comemoração do dia dos pais. E a festa dos pais na escola foi um momento marcante do mês. Pai é mesmo especial.

Em agosto também visitei prontos socorros para levar minha pequena em atendimentos com pediatra. Cansaço, choro, tosse, estresse, exames, remédios. O clima seco prejudica muito a saúde de quem sofre com alergia. Felizmente veio a chuva para melhorar o ar, mas, as noites entrecortadas dão sinais de que preciso de um descanso prolongado para renovar minhas energias. Ser mãe é um compromisso integral e há momentos nos quais precisamos recorrer a toda nossa bagagem de força extra.

Ações que geram soluções também marcaram agosto. Organizar informações para melhorar a rotina do trabalho. Procedimentos conectados em processos que geram ações eficazes. Aliás, conexão é ação permanente na Marcos Turbo. O Blog Cidades Turbinadas é um exemplo da conexão entre turbinas e cidades. Cada venda de turbina descortina conteúdos e links turbinados. Novos produtos e vendas na Loja Virtual de turbinas. Novas imagens de turbinas no Flickr. Muitas publicações no Blog Marcos Turbo e os laços entre cada post nas redes sociais gerando contatos e negócios. Há um movimento crescente dos negócios em rede. E que a rede continue no ritmo expansivo.

Eu poderia escrever muito sobre agosto que muitos consideram um mês “negativo”, mas é chegada a hora de concluir. É preciso deixar morrer o que tem que morrer para abrir espaço para renascer. É hora de nascimento, a primavera está soprando. É o ciclo perene da vida. Não acredito que agosto seja negativo, penso que nós criamos o reflexo de cada mês e que por mais que acontecimentos desagradáveis sejam reais e estejam presentes na história de todos os tempos, temos o fabuloso poder de transformar em lições positivas até as mais complicadas situações, em especial, quando olhamos para frente e enxergamos as múltiplas possibilidades para avançar. Então, para finalizar esse ensaio sobre agosto turbinado, parabenizo minha prima Angélica por uma conquista especial. Ela é merecedora da vitória e tenho certeza que assumirá esse novo compromisso como uma oportunidade para desenvolver suas habilidades.

Agradeço muito minha filha Bruna por assumir a “carga” na minha ausência. É muita responsabilidade e fico muito orgulhosa por seu desempenho. Termino finalmente com trechos de uma música. Vamos cantar a chegada de um novo tempo.

“...Nada do que foi será de novo
Do jeito que já foi um dia
Tudo passa, tudo sempre passará
A vida vem em ondas como mar
Num lindo e vindo infinito

Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente via há um segundo
Tudo muda o tempo todo no mundo
Não adianta fugir nem mentir
Pra si mesmo
Agora, há tanta vida lá fora
Aqui dentro, sempre
Como uma onda no mar” Feliz setembro. Venha primavera com jardins floridos de vida