terça-feira, 17 de novembro de 2009

Sono sem sonho anestésico

Como é bom estar em casa depois de ficar internada no Hospital. Com essa somou-se 3 vezes, sendo que nas últimas duas foram especiais, parto normal, sem anestesia. Dessa vez uma pedra no meu caminho. E que pedra trabalhosa! Felizmente tudo correu bem, não me lembro de ter sonhado durante a cirurgia, mas lembro nitidamente das últimas imagens que vislumbrei antes de cair no sono anestésico.
O melhor de tudo é despertar. Ufa! Acordar é um bálsamo daqueles que não há como explicar. Sentir a vida pulsar nos batimentos cardíacos e no silêncio do coração é uma sensação tão vibrante que nos damos conta do milagre da vida. Penso em quantas vezes deixamos de agradecer o dia que nasce, o orvalho da manhã, os raios de Sol que entram pela janela e inundam o ambiente de energia dourada. Obrigada Vida em toda sua plenitude.

O difícil agora é repousar com tanta disposição para fazer acontecer. O final do ano chegou e 2010 anuncia um novo tempo. Mas, o repouso é necessário e tudo tem a hora oportuna. Não podemos descuidar da saúde. Nosso corpo é um Templo Sagrado e o cuidar de si deve fazer parte da rotina de todas as pessoas.
Equilíbrio é saúde e qualidade de vida.

Meu sono está tranqüilo. Meus sonhos são raros, porém, intensos e com muito significado. Tenho clareza das minhas metas reais e sei que tenho capacidade de realizá-las com fé, persistência, determinação, coragem e, acima de tudo, muito amor. Meu propósito maior é melhorar sempre. Podemos sempre fazer melhor porque estamos aqui para evoluir!

Nenhum comentário:

Qual caminho você escolhe?

Treine a mudança de seu pensamento. Não desanime. Seja persistente. “Falar é fácil, difícil é fazer” “Ninguém me ajuda. Tudo dá errado” ...