sexta-feira, 3 de outubro de 2008

A música e a arte como inspiração de viagem

A música já faz parte do universo do homem há muito tempo. Os relatos antigos já nos falam do encantamento dos faraós e califas com os cânticos de mulheres com seus instrumentos e vozes suaves, das festas regadas com canções e danças que maravilhavam os nobres nos palácios medievais e tantos outros mais. Seja nas igrejas, tabernas, praças, ruas e nos movimentos históricos, a música foi tomando cada vez mais forma, transformando-se e conquistando cada dia mais espaço.

Atualmente grandes festivais movimentam muitas pessoas em busca de vários ritmos musicais: rock, samba, forró, jazz, clássico, mpb e por aí seguimos em várias trilhas do som embalados pelo canto e pela dança. A música, portanto, tem contribuído muito para o turismo e precisamos estar cada vez mais atento as várias nuances desse elemento vibrante que sempre apresenta novas tendências. Um encontro musical é sempre contagiante, os shows sempre atraem muitas pessoas para prestigiar o seu ritmo, banda e cantor preferido.

São várias as festas que posso aqui citar, o carnaval regado de samba, do frevo, maracatu e suas diferenças regionais, a festa de São João com o forró que faz muita gente dançar a noite inteira nas várias cidades nordestinas, os rodeios que agitam o interior paulista, os festivais de inverno, de teatro, de cinema, literatura e tantos outros mais. Muitos festivais recebem o patrocínio de grandes empresas que utilizam-se desses eventos para divulgar sua marca. Outro fator importante é a parceria, muitas vezes promissora, que pode ser estabelecida entre o setor público e privado na promoção de programas culturais.

Os municípios precisam investir em projetos para descobrir e desenvolver os talentos existente em sua própria comunidade e começar a promover a cultura local através de eventos que faça até o próprio morador conhecer o que sua cidade oferece. Afinal, a música, assim como outras manifestações artísticas como o teatro, literatura e o artesanato, podem servir de foco para promoção de eventos como fonte de desenvolvimento da atividade turística na cidade, cativando com isso a própria população local e demais visitantes a apreciarem o que a cidade oferece de atrativo pela face da arte que sempre vem acompanhada de entretenimento, conhecimento e beleza.

Com um bom planejamento que integre as secretarias de educação, cultura e turismo, o município pode fomentar o setor turístico através da semente da arte. Isso contribui para divulgar a imagem da cidade atraindo cada vez mais turistas e com a receita advinda do turismo a cidade pode continuar a investir em infra-estrutura para atender cada vez melhor os visitantes e melhorar a qualidade de vida da população. É essencial que a comunidade possa colher as flores do jardim semeado com a magia da expressão da arte como forma de inclusão social e não de exclusão.

A arte, essa gigante teia de significados culturais, nos ensina a conhecer, compreender, interpretar ou simplesmente contemplar o mundo com seus diversos retratos que nos mostram diferentes e fascinantes histórias. Por tudo isso, ela será sempre uma forte inspiração para viagens curtas ou longas, próximas ou distantes, rumo a um destino de muitas descobertas e emoções.

Nenhum comentário:

Qual caminho você escolhe?

Treine a mudança de seu pensamento. Não desanime. Seja persistente. “Falar é fácil, difícil é fazer” “Ninguém me ajuda. Tudo dá errado” ...