sábado, 27 de abril de 2013

Ausências e presenças

Eu aprendo cada vez mais que a dualidade é um ensinamento cotidiano. Nessa travessia a ausência e presença têm sido palavras-ações reveladoras. As atitudes são esclarecedoras e indicam que na caminhada aprendiz há lições que, por mais doloridas que sejam, são fundamentais. Nessa trilha há passos que aproximam e distanciam e dentro de cada contexto vamos lidando com tristezas, descobertas, decepções e alegrias. Nesse filtro seletivo nosso coração é convidado a limpar, perdoar, renovar. E, enxergamos que tudo é um processo de desapego, entrega, perdas, ganhos, escolhas, de deixar morrer para reviver. E nesse ciclo vida-morte-vida seguimos marcando nossas cruzes e estrelas.

Também vejo com muita gratidão que a vida é generosa em nos conceder a graça de colocar em nossa jornada anjos com os quais tecemos laços refinados. E como esses anjos são especiais. Marcam nossa história com atitudes que ficam registradas em nosso livro coração por toda eternidade.

O silêncio tem sido uma companhia. E assim escuto minhas vozes, permito aflorar minhas lágrimas e sigo em frente com a certeza de que conviver com ausência e presença será um desafio permanente.

costurando capítulos do meu livro coração

Nenhum comentário:

Qual caminho você escolhe?

Treine a mudança de seu pensamento. Não desanime. Seja persistente. “Falar é fácil, difícil é fazer” “Ninguém me ajuda. Tudo dá errado” ...