Páginas

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Notícia de uma morte

Ontem, 01/05, fui ao Sesc Pinheiros com meus 2 filhos pequenos e acompanhadas e uma amiga com suas 2 filhas. Crianças reunidas curtindo cultura. Cheguei primeiro e fiquei observando o movimento do vai e vem de pessoas tão diferentes. Feriado e muitas famílias e amigos escolheram o Sesc para curtir a folga no meio da semana. Quando minha amiga Carla pegamos o elevador e descemos no 7º andar. Não era o andar correto. Descemos e solicitamos o elevador para descer. Quando a porta abriu e a senhora que faz esse trabalho de conduzir as pessoas para todos os andares estava ao telefone. Nunca vou esquecer essa cena.

Ela estava recebendo uma notícia triste que abalou todo seu corpo. Seu irmão morreu. A forte emoção fazia seu corpo inteiro tremer, sua voz embargada e cortada ao telefone. Eu e minha amiga a amparamos, ela conseguiu tomar um gole de água, as crianças pequenas sem piscar assustadas, entramos no elevador e a levamos ao 3º andar. As companheiras de trabalho a socorreram nesse momento de extrema dor. E eu roguei a Deus que a confortasse, embora saiba que nesse instante não encontramos nenhum amparo e que a dor da perda vai sendo moldada com o tempo. Enterneceu ainda mais meu coração ela conseguir perguntar entre soluções por sua mãe: “E mamãe?”

Seu irmão se foi pela estrada que nos espera. Ele continua vivo no amor do seu coração. Vida-morte-vida que nos acompanha em todos os lugares.

Nenhum comentário: