Páginas

terça-feira, 30 de junho de 2009

1 ano depois do parto

Ela gosta de música. Adora dançar. É engraçado ver o movimento do corpo dela quando escuta a música. O balanço é espontâneo no ritmo que toca sua mente, seu coração e desperta o sorriso da minha bebê que amanhã completará 1 ano. Isso me faz lembrar como ela chutava no meu ventre. Não é toa que brincamos que ela é turbinada desde a concepção. Nossa 1 ano! Quantas bênçãos e alegrias nesse período. Isso me fez lembrar o parto.

E pensar que 1 ano atrás estava eu, ansiosa, eufórica e entusiasmada para sua chegada. E a hora do parto chegou. Como uma gravidez é diferente da outra. A bolsa estourou dessa vez. Era uma manhã de inverno e eu estava sozinha em casa trabalhando no micro quando senti a água percorrendo seu caminho. Um misto de felicidade e apreensão. Chegou a tão esperada hora e eu não sentia dor. As contrações já anunciavam há uns 3 dias que o momento estava próximo, mas e na hora do rompimento da bolsa eu nada sentia, apenas uma leve pressão.

A saída mais rápida foi chamar o Samu no 192. Serviço eficiente. Logo a ambulância chegou à minha casa e seguimos em direção a maternidade. Quando cheguei lá, fui atendida prontamente por uma médica simpática que me disse que eu estava em trabalho de parto e logo uma enfermeira me conduziu para trocar de roupa. Nesse meio tempo meu marido foi chegando para assinar minha internação. Ele chegou com um sorri que me encorajou, embora, ele mesmo não tivesse tanta coragem assim. Teve medo de assistir ao parto.

Tranquila, sem dor, cheguei a sala de pré-parto para os procedimentos normais. Logo estava com o soro começando a fazer efeito e não demorou até que as contrações surgissem. No início com certa lentidão, mas logo elas tornaram-se rápidas e muito mais intensas. São suportáveis, mesmo que na hora pensemos o contrário. Com muito custo consegui me alimentar para ganhar forças. Nem lembro o sabor da sopa. Estava concentrada na dor e rezando. A enfermeira passava para ver como eu estava e a progressão. Está evoluindo...

E a evolução veio. A dor aumentou e comecei a tremer. Concentrei, rezei, acalmei e os tremores cessaram. A enfermeira me orientou a tomar banho e aceitei. Ela ensinou-me a massagear as costas e a barriga e assim procedi. A água morna relaxou a tensão e senti a dor crescer e o momento do parto chegar. Chamei a enfermeira e logo segui para a sala de parto. Rezei uma Ave Maria no coração e pedi força. Uma, duas, três, força....mais uma e a menina dos olhos azuis chegou ao mundo às 15h06 do dia 01/07/08.Gratidão Eterna. Obrigada Deus Pai e Mãe Maria.
E agora estou com os preparativos do bolo para cantar os Parabéns! Ela adora bater palmas, tem uma vibração positiva, um sorriso encantador, um olhar vibrante e é cheia de graça.
1 ano de Saúde, Sucesso,
Prosperidade e Felicidade!
Amém para seus passos que seguirão trilhando sua caminhada de LUZ abençoada pelas águas que nutrem a VIDA com muito AMOR

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Resolvendo pendências e colorindo a vida

Desde a semana passada ando meio inquieta querendo resolver tudo aquilo que vou adiando. Sabe a pintura da sala e do quarto que quero tanto fazer e vou postergando semanas, meses...resolvi dá um basta nas pendências começando por esse alvo. Pode parecer algo simples, mas a pintura irá deslanchar outras resoluções, afinal, acredito e muito na energia das cores.

As cores enfeitam a vida, dão colorido aos ambientes e conferem beleza e luz por todos os cantos do nosso planeta. E é justamente por isso que quero me livrar da brancura total nas paredes de minha casa. Estamos no inverno que convida ao recolhimento, ao aconchego e como é delicioso sentir-se bem em casa. Tenho certeza que a pintura dará um toque harmonioso e deixará minha casa ainda mais gostosa para curtir.

E por falar em curtir a casa, isso me fez voltar no tempo para me dar conta de algo tão importante. Eu morava em outra residência que me afastava, me incomodava, não gostava nenhum pouco de está lá. É incrível como a mudança me fez bem e isso se reflete em todas as pessoas de casa e em outros aspectos da nossa caminhada. Hoje é tudo diferente. Foi um verdadeiro “up grade” em todos os sentidos. Hoje eu estou melhor e por conseqüência meus relacionamentos estão felizes, fortalecidos, prósperos.

Hoje adoro curtir minha casa, regar minhas plantas, abrir as janelas e portas para o ar circular. De norte a sul e leste a oeste o vento circula por aqui. Como é saudável ter uma casa arejada e com a luz solar adentrando por todos cômodos. Gosto de sentir o aroma do incenso na varanda, o som da fonte, de fazer comida com cheiro de família, de ver as roupas no varal, de ver a lua entrando pela janela do meu quarto, de ver a Isa andando pela casa. Isso me fez lembrar uma canção da Marisa Monte “portas e janelas ficam sempre abertas pra sorte entrar...”

Já comprei cortina, tapete e almofadas novas para a sala. Logo a pintura estará pronta e ela vai ficar do jeito que imaginei. Ainda faltam alguns detalhes, mas concluirei tudo. E tem também o quarto da minha Bruna, com o verde dando o tom. Menina estilosa, quarto estiloso, coisas de Bru. E cada passo será celebrado. Cada pendência resolvida é uma ação efetiva de solução que faz o movimento de prosperidade fluir.

Minha lista de pendências sempre terá tarefas. O importante é quantificar e organizar cada etapa em um cronograma eficiente. Nesse processo, estabelecer prioridade é fundamental. E muitas vezes ela é definida por aquele sinal que vem em forma de sonhos, aquela voz interior que fala de mansinho, uma leitura que toca seu coração, uma musica ou uma imagem que te inspira e outros tantos formatos de linguagem.

Estou determinada a resolver minhas pendências com planejamento. Disciplina, persistência e muito amor em cada ação marcam o compromisso firme com o sucesso de meus propósitos. E como é prazeroso dar o primeiro passo com a certeza de que tudo irá caminhar para um resultado positivo.Crédito imagem: http://www.vaidireto.com.br/imgdin/colors.jpg

terça-feira, 16 de junho de 2009

Fortaleza do Luxo ao Lixo

Estive no feriado de Corpus Christi visitando a cidade de Fortaleza, a conhecida capital do Ceará é banhado por um mar azul espetacular. Com águas mornas nas belas praias, uma luz vibrante e um calor fenomenal, é um convite para as férias, mesmo que sejam breves. Esses atrativos são bem destacados nas promoções turísticas e nos relatos de quem conhece o roteiro que figura entre os mais procurados do Nordeste.

Mas o título do texto sugere outra leitura que chamou minha atenção na cidade. Do luxo ao lixo, da Hilux importada da frota policial ao lixo espalhado pelo canteiro central da Leste e de outras ruas e avenidas de Fortaleza. Na Leste estava terrível, não entendo como as pessoas podem jogar o lixo dessa forma. Infelizmente, isso não é privilégio de Fortaleza, a sujeira é um problema que aflige outras cidades. No entanto, enquanto as viaturas importadas circulavam pela cidade, e como dizem por lá -Pense em uma frota cara – observei o trem passando pelo trilho. Que espanto! Meu Deus! Como as pessoas podem ser transportadas nesse transporte, parece que tudo está despencando. Mas, tem sinal de melhora, disseram-me que o metrô está em construção. Ufa!

E a sinalização. Socorro! No centro e nas praias principais até que existe e orientam corretamente, saindo dessa região fica difícil. Foi complicado encontrar a BR para ir ao Morro Branco. Paramos diversas vezes em avenidas movimentadas, em cruzamento, sem que houvesse nenhuma placa indicando o bairro e outras direções necessárias. Felizmente conseguimos chegar a Eusébio e parando em um Posto recebemos a informação correta de um morador. Que Deus o ilumine a continuar auxiliando os perdidos em Fortaleza.

E por falar em Eusébio, por lá existe o Alphaville Eusébio. Chique! Parece ser uma cidade bem movimentada da região metropolitana. De lá cheguei a BR que tem muitas palmeiras, riachos e engenhos. O cheiro da cana adocicada da produção de rapadura inundava o ar, o sol iluminava a estrada e logo estávamos em Beberibe e bem perto dali em Morro Branco. Essa praia é fantástica e pode acrescentar aqui todos os adjetivos que sintonizem com beleza. Ôh lugar LINDO!

Apreciei muito também a Praia do Futuro. Ficamos em Cocobeach que tem um bom atendimento e uma estrutura ótima para família. Minha Isa amou a piscina. A decoração é bonita, o ambiente agradável e limpo. Imagino que a noite seja um “point” com música, dança e muita diversão.

No Mercado Central tem muito do Ceará, roupas, artesanatos, sandálias de couro de jegue, calcinhas “bunda-rica”, rendas e muito mais. Tem também atendentes mal humoradas que reclamam quando resolvemos pechinchar. Sinto muito querida, temos que valorizar nosso dinheiro já tão consumido pelos altos impostos arrecadados pelo governo que custeiam a compra de Hilux importadas e outros Luxos mais. E por falar nisso, eita povo pra gostar de carros importados, tem muito rodando pelas ruas da cidade.

Ah...mas não posso esquecer de indicar a salada de fruta do quiosque próximo ao estacionamento. Uma delícia. E também de dizer que a empresa onde alugamos o carro tem um atendimento excelente. Parabéns Loccar. E por falar em gastar, na tradicional feira Beira-Mar tem muito para comprar. As bijoux são encantadoras. Fruto da criatividade e do trabalho de muitas artesãs. Tem também humor, aliás, uma das características marcantes dos cearenses. As frases das camisetas que o digam:
“Oh povo feio >>>>>>”
“Salva os Lindos...Afoga os Feios” e por aí vai rsrsrsrs

Mas POR FAVOR, atente para a situação do LIXO, SINALIZAÇÃO, PROSTITUIÇÃO. É urgente, afinal, a Copa está logo aí. 2014 já já chega e que esses recursos que serão investidos tragam progresso compartilhado para a população. A cidade é boa pro turista quando é boa para o morador. Fortaleza merece um cuidado melhor, afinal, é privilegiada por tanta beleza, muita riqueza, mas convive com a pobreza. E esse recado pode ser estendido para muitas outras cidades Brasis...Praia do Morro Branco, um dos belos cenários do Ceará...Fantástico

terça-feira, 9 de junho de 2009

Mochila - companheira nas trilhas da vida

Seja na rica biodiversidade da Mata Atlântica, em caminhos sagrados como Machu Picchu no Peru, nos caminhos do cerrado e sertão brasileiros que encantam pela beleza singular, por montanhas, desertos ou praias, caminhar é um exercício envolvente que nos ensina a grandeza da vida presente na natureza.

O importante é realizar o trekking de forma segura e consciente respeitando o lugar e as pessoas, afinal, somos parte integrante do meio ambiente e responsáveis pela sua preservação. E uma das companheiras dos passos dos apaixonados por trekking que se aventuram pelas trilhas do mundo são as mochilas.

Item indispensável para levar equipamentos e alimentação durante a caminhada, existe uma variedade de ofertas de mochilas que foram evoluindo para atender às necessidades de estabilidade com sistemas de ajustes adequados as diferentes modalidades de trekking que levam em conta o percurso, peso e outros detalhes da caminhada.

Seja qual for sua escolha, fique atento aos modelos para que a mochila seja uma companheira confortável e colabore para que você traga na bagagem conhecimento, aventura e ótimas recordações de sua trilha. Outra dica relevante é pesquisar antes sobre o lugar que deseja visitar e planejar o trekking com um bom profissional que conheça bem o roteiro.

E por falar em roteiro, há variadas opções nos muitos destinos formado por distintos cenários que mesclam paisagens naturais e culturais. Em cada um deles você terá a oportunidade de aprender com a história e amizades que são construídas entre as pessoas que compartilham essa atividade tão prazerosa. Conheça algumas dicas acessando os Diários de Viagem publicados no site da Ipetur Turismo.
Meu irmão Paulo contemplando a paisagem da Trilha Inca
Paulo no Pico dos Marins - roteiro especial coordenado por
Jurandir Lima - Trilhas e Trilhas

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Sabor de inverno

Nessa semana de baixas temperaturas senti o vento do inverno já soprando. O céu continua de outono, deslumbrante! Mas o frio já mostrou sua presença de forma marcante. Os termômetros que o digam. Hora de agasalhar e de provar as delícias da estação como o chocolate quente e as sopas.

Hummm as sopas! Como são saborosas. Acompanhadas de pães e muito carinho tem um efeito aquecedor sem igual. Essa semana ela fez parte do nosso cardápio noturno e o aroma caloroso inundou minha cozinha de sabor de inverno.

Adoro também os caldos. O caldo verde servido no pão italiano é assim divino. O cappucino, o café e o chocolate também são outras opções que não podem faltar no cardápio da estação que é fria com gosto de calor. Ela nos convida ao aconchego do lar, hora de ficar em casa assistindo um bom filme na companhia de família e amigos.

Só que o movimento da vida nos convida a sair e conferir a elegância da estação. O inverno é elegante! Cachecóis, tocas, botas, casacos, meias e variados artigos para proteger do frio com estilos diferenciados que retratam muito que cada pessoa quer expressar.

Tem quem não curta o inverno. Tem dias que realmente queremos está na brisa ao invés do vento gelado, mas, com o tempo aprendi a apreciar o charme de cada fase. E como a natureza é sábia em nos mostrar que tudo tem um sentido.Seja bem vindo Inverno.Ela tem um estilo Bru, único. Adora o inverno e a sopa da mamãe.