segunda-feira, 2 de novembro de 2009

A lua espelhada no rio

Sai da praia no entardecer e logo a noite caiu na estrada. Fazia tempo que não contemplava a lua em um céu tão límpido e azul. Sua luz penetrava nas árvores e de novo ela surgia deslumbrante no céu de primavera. Um espetáculo que hipnotizou minha pequena Isa que adormeceu olhando para a “UA”. Que delícia dormir assim com essa visão enigmática.

E o mais encantador foi ver a luz do luar espelhada no rio. Dava para sentir a maré dançando leve com o toque da melodia do luar e com a sensibilidade da brisa que soprava. E ver a claridade do luar me trouxe recordações felizes da infância, das caminhadas nas estradas estreitas do sítio, dos vagalumes, das conversas iluminadas pela luz do luar que tem um tom tão majestoso na noite do sertão.

E ver a Lua tão mágica no céu me fez lembrar da minha amiga Fatyma de Moraes que me ensinou como as fases lunares movimentam nossas emoções. A Lua e suas ligações com os elementos, em especial, a água. A posição da Lua no mapa, nos trânsitos e em tantos aspectos astrológicos. As mulheres tem o mesmo ciclo lunar, 28 dias. E cada fase é um apendizado e como temos oportunidades de aprender com as energias que circulam no universo e em nosso caminho.

E por falar em caminho, logo chegamos ao espaço urbano que tanto amo. E a noite da cidade brilhava com as luzes de múltiplas cores e formatos. Mas, nenhuma delas competia com a magnífica Lua que derramava sua beleza em todos os cantos.Aliás, as luzes só ficavam ainda mais enaltecidas pelo luar, da mesma forma que as estrelas ficam mais cintilantes com a grandeza da fase crescente lunar que prepara para o ápice da Lua Plena, da Lua Cheia.

Nenhum comentário:

Qual caminho você escolhe?

Treine a mudança de seu pensamento. Não desanime. Seja persistente. “Falar é fácil, difícil é fazer” “Ninguém me ajuda. Tudo dá errado” ...